Ruben GONZALEZ

Cascais, PT

Surf


About

Age
39 years old


Foi aos 12 anos que tudo começou. Depois de ter passado de ano, o meu pai prometeu dar-me uma prancha de surf. Ainda lembro o prazer que tinha de estar no mar quando era mais pequeno. Adorava a sensação de adrenalina e aperto que sentia no estômago quando as ondas passavam por mim. Sempre tive uma grande ligação com o mar. Tenho alguma familia do lado da minha mãe que são da Ericeira, que hoje em dia é considerada a mais emblemática vila do surf nacional. Daí, a minha curiosidade em desfrutar das ondas em cima de uma prancha, pois passava muito tempo junto do mar. Sempre fui um apaixonado pelo desporto. Pratiquei Ginástica desportiva, equitação e jogava muito futebol. Revelando sempre algum talento e jeito, fiz algumas competições em cada um deles, mas acabei por me fartar. O surf foi a excepção à regra. Passado um ano da minha iniciação (1992) tive o meu primeiro campeonato, que foi um inter-sócios do escalão de sub-14 na Praia da Poça em São João do Estoril, onde acabei por ir à final e também consegui o meu primeiro patrocínio. A partir daí comecei por integrar-me cada vez mais no mundo da competição e alguns resultados começaram a surgir. Depois fui Campeão Nacional de sub-16, fiquei em 1º lugar no Campeonato Europeu de sub-16 e representei a Selecção Nacional do escalão sub-18 nos World Surfing Games no Brasil. Sempre conciliando os estudos, a profissionalização no surf acabou por falar mais alto. Aos 19 anos completei o 12º da escolaridade e tornei-me profissional. Na altura foi uma decisão muito difícil, pois não havia quase ninguém em Portugal que vivesse do surf. Contudo, sentia que aquele era o meu destino e os objectivos estavam traçados. Logo nesse mesmo ano estreei-me na categoria Open e os resultados confirmaram a minha decisão. No final do Circuito Europeu fiquei no top 16 e em 5º no Circuito Nacional, depois de ter ganho a última e mais pontuada prova.Depois para juntar ao bom ano que estava a ter fui convidado para uma das provas do Circuito Mundial (WCT) realizada em Portugal, na Praia Grande, onde apenas participavam os 44 melhores surfistas do mundo. O meu adversário era nada mais, nada menos, Kelly Slater, que na altura estava a disputar o seu quinto título mundial. Foi um grande momento na minha carreira, pois venci aquele que é considerado o imbatível no mundo do surf. Acabei por ficar em 9º lugar nesta prova do WCT e tornei-me na altura um dos únicos juniores do mundo a bater o melhor surfista de todos os tempos. Na imprensa, até já me chamavam o “Tomba Gigantes”. Naquele tempo o Circuito Nacional e o Circuito Europeu Open eram o meu objectivo. Sentia que tinha que vencer ali, para mais tarde ir fazer com mais confiança provas do Circuito Mundial. Apesar de os objectivos que tinha traçado não terem aparecido logo, acabaram por surgir mais tarde. Passados alguns anos com bons resultados e algumas vitórias, só aos 25 anos é que me consagrei Campeão Nacional. Após tanta dedicação e trabalho tudo surgiu naturalmente: fui mais três vezes Campeão Nacional, fazendo assim história no panorama nacional por ganhar três vezes consecutivas o Circuito Nacional e também alcancei o título de primeiro Tetra-campeão Nacional. No Circuito Europeu, posso dizer que tenho algumas vitórias e o título de Campeão Europeu de sub-18. No Open, a minha melhor classificação foi um 3º lugar no Ranking Europeu. Nestes últimos anos, em 2008 e 2009, corri o circuito WQS com alguns resultados e consegui integrar a famosa Triple Crown no Hawaii , onde apenas entram os 100 melhores surfistas do mundo. Em 2010 decidi fazer um break na competição fazendo apenas freesurf e outros projectos ligados ao surf, no entanto em 2011 será um ano em que o "bichinho" da competição voltou e irei então voltar em força à competição.

Rider Infos

Sport(s) you practice

Favorite practiced sport

Surf

Ride equipment(s)